Luciano Andolini Luciano Andolini

Blog

13241177_10154300491199113_1658497734207655652_n

Review mensal: maio de 2016

1 01UTC JUNHO 01UTC 2016 by Luciano Andolini

Não sei se tem alguém aí atento, mas eu comi bola nos últimos meses com relação à proposta de fazer os reviews mensais.

Então, vou tentar fazer um apanhado rápido.

Terminei o projeto O Papo no PdH, com participações da Camila Achutti, Juca Kfouri, Pedrinho Fonseca e Facundo Guerra. Em breve todos são publicados por lá. Isso me consumiu bastante atenção nesse período.

Outro ponto é que passei a ter uma rotina musical bem regular, alternando entre os ensaios pra uma apresentação no dia do meu aniversário (que foi agora, dia 18) e o trabalho no meu EP.

Quanto aos hábitos que gostaria de cultivar, eu venho pedalando regularmente, mas falhando miseravelmente com a meditação e a academia. Por outro lado, venho conseguindo comer em casa, o que me consola.

Vamos à produção:

Posts que publiquei

Escrevi alguns posts, que ainda devo passar pra cá. Porém, todos estão no meu Medium (que, aliás, é só me seguir pra acompanhar 😉 ):

O que andei ouvindo

Duas coisas, principalmente.

Dingo Bells, uma banda de Porto Alegre que descobri em um show lá no Z Carniceria, sobre quem escrevi um post lá no PapodeHomem.

E alguns artistas que inspiraram uma playlist no Spotify e um post lá no PapodeHomem: os 13 melhores cantores desafinados de todos os tempos.

O que assisti

Fui pouco ao cinema. Recomendo Mogli, o menino lobo, live action da Disney. Está bem bonito.

Venho assistindo tardiamente a Modern Family e estou me divertindo cada vez mais com a série.

Das minhas velharias usuais, assisti Dirty Harry, que também vale o tempo, mas vale a ressalva de que é um produto do tempo dele, então tente não se assustar com os estereótipos machistas que o filme contém.

Fiz um experimento de gratidão

Foram 21 dias postando diariamente 3 acontecimentos que eu achava dignos de serem agradecidos. Foi bem legal e devo um post sobre isso.

Os relatos estão espalhados pelo meu Facebook.

Como avancei com meus projetos musicais

Rolou uma festa de aniversário, no dia 14 de maio, na qual eu toquei com alguns amigos. Tivemos mais ou menos um mês, no qual ensaiamos três vezes. A apresentação foi legal, no final das contas, nos divertimos um monte e o pessoal se empolgou. Há chances de tocarmos mais vezes com esse grupo, fazendo umas gigs por aí.

No setor autoral, comprei um controlador MIDI pra fazer eu mesmo os arranjos de teclado nas minhas músicas. Avancei com isso em uma das músicas. Agora, acho que estou pronto pra seguir pra última.

E, se tem algo que aprendi nesse meio tempo é que não adianta correr. Certas músicas tem o tempo dela e às vezes precisamos respeitar isso.

LEAVE A REPLY