Luciano Andolini Luciano Andolini

Blog

tumblr_mjk9ovdniv1rgtoi0o1_1280

Review mensal: fevereiro de 2016

3 03UTC MARçO 03UTC 2016 by Luciano Andolini

Todo início de mês eu escrevo um review fazendo um apanhado geral do mês anterior. Desde Janeiro de 2016, decidi tornar esses reviews públicos, como uma forma de compartilhar meus avanços, inspirar outras pessoas e também de trocar ideias e dicas sobre o que venho tentando fazer.

Afinal, quando a gente torna público os nossos movimentos, nunca se sabe o que vai acontecer no final do caminho.

* * *

De um modo geral, esse foi um mês mais tranquilo, sem grandes reviravoltas e sem grandes feitos. Acho que a máxima de que o ano só começa depois do carnaval acabou se aplicando. Basicamente, mantive os mesmos hábitos e desafios do mês anterior, com destaque pra minha quase completa inatividade no quesito musical.

Mesmo no PapodeHomem, da minha parte, tivemos basicamente atividade de rotina, com exceção dos preparativos para o projeto dO Papo com a Camila Achutti, em parceria com Chivas, que rolou mas que não entra no review de fevereiro por um dia.

Ainda assim, aí vai o apanhado geral do que rolou.

Hábitos que cultivei

Segui com os mesmos três hábitos de Janeiro, uma vez que ainda não me sentia muito automático neles.

  1. Acordar cedo: sucesso! Já consigo acordar cedo regularmente, muitas vezes antes mesmo do despertador tocar.
  2. Atividade física: Fui quase todos os dias, 13 de 19. Cerca de 3 vezes por semana. Inclusive, comprei uma bike. Podemos declarar sucesso também.
  3. Meditar: falhei retumbantemente. Depois do carnaval, não meditei nenhum dia.

Durante o mês de março vou focar em fazer minha própria comida, com flexibilidade para sair da rotina aos finais de semana.

Experimento: escrever todos os dias

Iniciei e concluí um experimento sobre escrita diária, utilizando as técnicas de object writing ensinadas pelo Pat Patinson no livro Writing Better Lyrics: The Essential Guide to Powerful Songwriting.

Devo um post só sobre isso.

O que assisti

Esse mês eu não fui ao cinema, mas vi alguns filmes no Netflix e em DVD.

Gostei especialmente de um com o Robin Williams, baseado em um livro de Oliver Sacks, chamado Tempo de Despertar. E um filme japonês, de Yojiro Takita, chamado A Partida.

O que ouvi

Minha playlist de maravilhas aleatórias está aumentando. Fiquei empolgado com o lançamento do novo disco do Charles Bradley e com o Strobo em São Paulo.

Quem quiser seguir, é só clicar aqui.

Abri um Medium

Mês passado eu não comentei nada a respeito, mas eu queria abrir um Medium e produzir algo por lá, como um teste.

Meu texto de estreia foi contando minha experiência de ter ficado 30 dias sem Facebook e quais insights pude tirar de lá.

Como avancei com meus projetos musicais

Avancei muito pouco esse mês, acho que em alguma medida pelo hiato do carnaval, mas também por ter me distraído com outras atividades. Fiz alguns esforços, focando em criar material novo, um instrumental e uma nova canção, mas que acabaram não resultando em nada.

Por outro lado, fechei algumas novas e boas parcerias que, infelizmente, não posso comentar ainda.

LEAVE A REPLY